sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Área de proteção ao mocho-dos-banhados em Americana-SP

Eu estou aqui para dizer que acompanho o incansável trabalho do meu amigo Gustavo Pinto com os mochos de Americana. Sei que  estamos num momento de crise, mas qualquer ajuda será de grande importância. Vamos fazer a diferença!


Segue abaixo os links com mais informações:

http://www.kickante.com.br/campanhas/area-de-protecao-ao-mocho-dos-banhados-em-americana-sp

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1111195648910408.1073741829.1108841552479151&type=3

https://www.youtube.com/watch?v=VxN2ARjnhz8

sexta-feira, 22 de maio de 2015

TANQUÃ continua lindo...

Segue abaixo mais algumas fotos das série Tanquã... Algumas espécies são bem comuns, mas outras são raras, como a sanã-amarela (Porzana flaviventer)

 Pombão - Picazuro Pigeon (Patagioenas picazuro)



Marreca-cricri -Silver Teal (Anas versicolor)

Figuinha-de-rabo-castanho - Chestnut-vented Conebill (Conirostrum speciosum) 
Fêmea com alimento no bico para os filhotes. 

Gavião-caboclo - Savanna Hawk (Heterospizias meridionalis)

Sanã-amarela  - Yellow-breasted Crake (Porzana flaviventer)

Entre uma ave e outra...

Marreca-caneleira - Fulvous Whistling-Duck (Dendrocygna bicolor)

Caraúna-de-cara-branca - White-faced Ibis (Plegadis chihi)

Eles não estão fazendo carinho um no outro...
Nesse dia, esses dois touros estavam dando cabeçadas um no outro e os outros touros se aproximaram para assistir. Meu amigo Ernesto Trondle disse para ficarmos longe, mas eu dei risada e disse em seguida: Nelore é bunda-mole!!!
Esses bichos começaram a bater suas cabeças cada vez mais forte, giravam pra cá e pra lá, quebrando arbustos e vindo em nossa direção.
Quando olhei para o lado, o Ernesto tinha desaparecido e então eu vi que haviam três maneiras de sair dali: Pular na água com todo o meu equipamento, passar pelos arranha-gatos que tinham espinhos que até brilhavam ou ir na direção dos tourinhos. Então, cobri meu rosto e varei  no meio daquelas arvorezinhas nada delicadas. O bom é deu certo e tive poucos arranhões!
Enfim eu digo: Não, o Nelore não é bunda-mole!!!

Sanã-parda - Rufous-sided Crake (Laterallus melanophaius)

Garça-branca-grande - Great Egret (Ardea alba) sem cabeça

Socó-boi - Rufescent Tiger-Heron (Tigrisoma lineatum) jovem

Águia-pescadora -  Osprey (Pandion haliaetus)

Sanã-amarela  - Yellow-breasted Crake (Porzana flaviventer)

Saracura-do-banhado - Plumbeous Rail (Pardirallus sanguinolentus)

Saracura-do-banhado - Plumbeous Rail (Pardirallus sanguinolentus) jovem

Saracura-do-banhado - Plumbeous Rail (Pardirallus sanguinolentus)

 Gavião-caboclo - Savanna Hawk (Heterospizias meridionalis)

Talha-mar - Black Skimmer (Rynchops niger)

Gavião-do-banhado - Long-winged Harrier (Circus buffoni)

Talha-mar - Black Skimmer (Rynchops niger)

Trinta-reis-grande - Large-billed Tern (Phaetusa simplex)

Cabeça-seca - Wood Stork (Mycteria americana)
Marreca-cricri -Silver Teal (Anas versicolor)
Marreca-toicinho - White-cheeked Pintail (Anas bahamensis)

Carrapateiro - Yellow-headed Caracara (Milvago chimachima)

Trinta-reis-grande - Large-billed Tern (Phaetusa simplex)

Talha-mar - Black Skimmer (Rynchops niger)

Trinta-reis-grande - Large-billed Tern (Phaetusa simplex) jovem

Gavião-caramujeiro - Snail Kite ( Rostrhamus sociabilis)



segunda-feira, 23 de março de 2015

TANQUÃ - E o amanhã?

Infelizmente é comum nos nossos dias, aos utilizarmos algum tipo de mídia, como TV, internet, jornais, nos depararmos com notícias em que paraísos ecológicos estão sofrendo ameaças por conta dos dedos de alguns humanos e seus projetos catastróficos.
Com o Tanquã não é diferente!!!
Mesmo com seus traços pantaneiros, onde é possível ver belíssimas aves como os tuiuiús, entre outras aves típicas do Pantanal , além das aves que migram de diversas regiões, sendo que muitas delas são raras e também ameaçadas de extinção, toda essa vida corre o risco de desaparecer por culpa do homem.
Para quem não sabe dos problemas que o Tanquã vem sofrendo, segue alguns links com essas informações e também com mais detalhes sobre o como chegar até ele para uma visita, que com certeza será inesquecível.
Acredito que quanto mais gente do bem lutando de mãos dadas, com certeza o Tanquã terá o amanhã feliz para as futuras e futuras gerações...







________________________________________________________________________________
Já estive algumas vezes nesse lugar maravilhoso e  digo que é impossível não ficar encantado com toda essa enorme biodiversidade.
Tive o prazer de observar e fotografar muitas espécies de aves raras e ameaçadas e quero compartilhar agora a primeira parte desse tesouro de Piracicaba-SP.


Marrecão (Netta peposaca) - Macho 

Marrecão (Netta peposaca), marreca-toicinho (Anas bahamensis) e marreca-caneleira (Dendrocygna bicolor) - Todas em voo.

Garça-moura (Ardea cocoi)

Marreca-cricri (Anas versicolor)

Caraúna-de-cara-branca (Plegadis chihi)

Pernilongo-de-costas-brancas (Himantopus melanurus)

Garça-moura (Ardea cocoi)

Cabeça-seca (Mycteria americana)

Curutié (Certhiaxis cinnamomeus)

Caminheiro-zumbidor (Anthus lutescens)

Maçarico-pintado (Actitis macularius) -  Adquirindo plumagem nupcial  para voltar ao Hemisfério Norte, onde nidifica.

Pequeno bando...

Lavadeira-de-cara-branca (Fluvicola albiventer)

Caminheiro-zumbidor (Anthus lutescens)

Socoí-amarelo (Ixobrychus involucris)

Cabeça-seca (Mycteria americana)

Maçarico-de-colete (Calidris melanotos)

Tuiuiú (Jabiru mycteria)

Essas são algumas das espécies encontradas no "mini-pantanal" de Piracicaba. Em breve postarei a PARTE 2, 3, 4...